"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." Nietzsche

Formspring

sábado, 17 de julho de 2010

Da série, meus poemas:



DO INCONCEBÍVEL


"Clara manhã, obrigado,
o essencial é viver!",
diz o poeta Gauche.

Mas ele está morto.

Muitos estão.

... e as suas palavras,
 tão vivas,
 me atormentam!

Hilda
Vinícius
Lispector
Bandeira
Drummond...

Mortos?

A morte-vida não se compraz,
nem com poesia.

Por isso uma rimo com corte:
Morte.
A outra rimo com ferida:
Vida.

E sigo manquitolando por aí,
neste mundo de poemas órfãos.

dpessoa.

Um comentário:

Maria Muadiê disse...

Ainda há lugar
para um poema

Ainda é o poema
um lugar

Onde se pode respirar.


Rose Ausländer