"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." Nietzsche

Formspring

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

À MENINA MARTHA

A menina de 1974 brincava, sonhava,
dançava, jogava bola!
A menina de 1974 sorria, em poesia, 
linguagem sem noves fora!
A menina de 1974 não sabia,
que a vida, numênica, é meia sola.
A menina de 1974 jaz, tenaz,
nas dores que não consola.

(À menina de 1974, esse chamado, cantilena, amiúde, cantarola.)

Pois ela, só ela, 
poderá ajudar agora.

3 comentários:

Nydia Bonetti disse...

A menina resiste... e precisa ser cuidada - Não é tarefa difícl, para os guardadores de utopias. Beijo!

Maria Muadiê disse...

ô Dai....
que lindo!

beijo beijo beijo beijo

Quézia Neves disse...

Sou Marthinha,
Marthinha de coração.
Quanto mais o tempo passa...